sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

1 ano


Ha exatamente 1 ano eu estava dividida entre a melancolia e alegria. Saudade do que ja ficava pra tras, medo do novo, do que vinha pela frente, do até então desconhecido, da responsabilidade que tinha nas minhas mãos...criar uma pessoa, educa-la, faze-la feliz!
Hoje, 365 dias depois, tenho a impressão que ela sempre esteve aqui. Agora o que não consigo imaginar é minha vida sem ela. Por ela e com ela eu me tornei uma pessoa mais constante, mais feliz, mais sensivel, menos egoista e sobretudo surgiu em mim essa vontade de ser alguém muito melhor.
No meio do caminho...beijos e abraços, muito colo, muita dedicação, carinho, muito amor, risadas, brincadeiras... também noites mal dormidas, dias de esgotamento total, momentos de impaciencia de ambas partes.
Mas no final eu so tenho a agradecer por ter a Luisa na minha vida e por tudo o que ela trouxe.
                                              Parabéns e obrigada meu amor!
Vamos la Lulu, a vida esta so começando!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Parabéns pra ela

video


O meu amor completou seu primeiro ano de vida e no mesmo dia começou a caminhar. E essa mãe esta tão orgulhosa e emocionada que resolveu tirar as teias de aranha desse blog pra registrar esse momento.


Amour pour toujours


sábado, 4 de dezembro de 2010

Voltamos!

Andei completamente desconectada da internet nesse ultimo mês. Era necessario. Acho que perdia muito tempo sentada na frente do computador. Tempo de brincar com a Lu, tempo pra fazer minhas coisas em casa (humpf), tempo pra curtir um pouco o marido, tempo meu! Os blogs maternos me ajudaram muito desde a gravidez. Aprendi muito, tirei duvidas, ri e chorei. Até resolvi fazer parte desse mundo e compartir com outras mães as minhas experiencias. Mas a verdade é que não estava dando conta do recado! rs

Nesse meio tempo fizemos uma mudança. Deixamos a España, definitivamente e resolvemos nos instalar na França outra vez. Por diversos motivos. Dentre os quais: daqui a pouco a Luisa vai começar ir a creche/escola e o pai gostaria que ela fosse alfabetizada em francês. Eu quero voltar a estudar. Temos a avo paterna por perto, o que é bom pra relação delas e me faz sentir mais segura. O Lucho viaja muito e nos duas estamos sempre sozinhas. E finalmente, porque realmente gostamos mais daqui.

Mas ai foi que me dei conta que aqui faz muito frio e que anoitece as 16:30h!!!!!! Acho que não lembrava disso porque no ultimo inverno estava gravida, calorosa e dormia a tarde inteira! rs
Mesmo estando na cidade mais quente da França essa semana a maxima era de 4°! Ao meio dia!
Ai que depressão!

Daqui uns dias vamos para o Brasil  passar um mês. Estamos numa correria boa. Comprando presentes, arrumando as malas...sonhando cada minuto com rever todo mundo, em estar na beira da praia...e eles sonhando com a Luisa!

Mas falando da petite Loulou:

Nesse meio tempo ela completou 9 meses e:
  • Começou a ficar de pé sem segurar em nada. A carinha de orgulho dela não tem preço!
  • Ficou resfriada pela primeira vez. Nariz entupido e escorrendo durante 1 semana. Ela so conseguia dormir sentada no meu colo apoiando a cabeça no meu peito. E assim "dormimos" durante quatro dias. Papai e eu nos revezavamos, claro. Depois de litros de soro fisiologico e agua do mar e uma quarentena ela voltou a estar em forma.
  • Não nos deixa trocar fralda nem vesti-la. E uma maratona, um estress. Ela se vira, fica de pé, grita, esperneia, puxa cabelo. E um serviço que tem que ser feito a dois...sempre alguém pra distrai-la com algum objeto muuuuito diferente que ela jamais viu e que lhe interessa muito ou em ultimo caso, para segura-la.
  • Continua comendo muito bem. As vezes me parece que demais, mas como so dou fruta, verduras e leite acho que não tem problema. Outro dia comeu 3 bananas e uma mamadeira no lanche da tarde (!). Essa acho que nem eu aguento!
  • A ansiedade da separação bateu na nossa porta e agora ela não pode me ver saindo de casa, subindo as escadas, indo ao banheiro...que chora. Ela que ha 4 meses dormia a noite inteira na propria cama começou a acordar a cada 1 horas chorando desesperadamente. So se acalmava no meu colo ou na cama comigo. Assim que agora esta dormindo com o berço colado na minha cama. Acorda, da uma resmungadinha, me olha e volta a dormir. Para a felicidade e tranquilidade do pai, agora ela chora também quando ele sai. Rs!
  • Agora deu pra jogar o corpo pra tras com toda força cada vez que é contrariada. Logo enseguida pega a chupeta e o que tiver na mão e joga no chão com toda força (!). Socorro! E ainda por cima olha com cara de brava e grita!
  • Na ultima visita ao pediatra ela media 75cm e  pesava10,8kg.
  • Ja entendeu tudo! Os potinhos todo uns dentro dos outros. O telefone na orelha. O controle remoto aponta pra televisão. Quando escuta musica dança. Cada vez que ouve a chamada do skype vai pra perto do computador porque sabe que tem alguém legal do outro lado querendo falar.
  • No demais...continua sorridente, carinhosa, cheirosa, linda, maravilhosa...






Essa lingua é a nova moda!


domingo, 7 de novembro de 2010

Visitas na maternidade

Cada vez que alguma conhecida tem filho no Brasil e vejo as fotos da maternidade, o que mais me chama a atenção é a quantidade de gente que vai vistar mãe e bebê no hospital. Acho que esse é um tema bem pessoal. Deve ter quem adore o quarto cheio. Mas eu não consigo me imaginar numa situação parecida.

Quando por fim decidimos que a Luisa nasceria em Nice senti um mixto de tristeza, por estar longe da minha familia e amigos, e tranquilidade. Tranquilidade porque eu so tinha cabeça para a Lulu. Não estava na onda de lembrancinhas de maternidade (aqui nem se faz esse tipode coisas), camisola para receber a galera, enfeite de porta... Eu não queria ter obrigação de fazer nada. Queria me sentir em paz, a vontade, tranquila.

Acho que é um momento muito intimo e de transformação na vida de uma mulher. Mãe e bebê precisam se conhecer. Um parto, seja ele normal ou cesaria, é muito cansativo. Nesses primeiros dias (e nos proximos meses provavelmente) a mãe precisa descansar quando o filho dorme. A rotina do hospital por si so ja é super cansativa. Sempre tem alguém entrando no quarto para medir pressão, tirar temperatura, trazer comida, trocar curativo, fisioterapia para barriga, pediatra, obstetra, sage femme etc etc etc.
Amamentar é algo que requer muita tranquilidade. Ño primeiro momento a mãe ainda não tem leite, o bebê chora. Enseguida vem aquele chup chup chup que normalmente acaba machucando os peitos das mamis.
Esse bebê que acaba de nascer precisa de silencio, de amor de mãe e pai e muito peito. Tudo que ele não precisa é ficar passando de colo em colo como se fosse um boneco.
Ah...e la pelo terceiro dia o tal do baby blues foi chegando e eu chorava porque fazia sol, porque chovia, chorava quando via o meu obstetra, quando tinha que trocar fralda, porque ela era linda demais, porque eu achava que não ia conseguir. E assim foi até ela completar quse dois meses. Então o querido visitante tem que ter em conta tudo isso.

Na minha opinião, tanto na maternidade como nos primeiros dias em casa se você não é alguém muito intimos da familia, espere! Espere ser convidado pela mãe. Pergunte o melhor horario para ir visita-los. Não fique mais de 30, 40 minutos. E por favor! Não fique esperando que a coitada da mãe tenha preparado um super café da tarde pra você, porque ela realmente tem muito mais o que fazer. Se ofereça para ajudar em alguma coisa. Lave pratos. Passe uma vassourinha. Faça o bebê parar de chorar pelamordedeus.
Fica a dica!

Little Buddha bem a vontade no seu 2° dia de vida


Dermatite atopica

E isso o que a Lulu tem.

Também conhecido como eczema atopico, uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira.
Esta relacionado frequentemente com outras doenças alérgicas como rinite, asma, urticaria...
Aparece com qualquer idade e pode se prolongar até a adolescencia.
Não se conhece muito bem os mecanismos responsaveis por esa atividade alterada, mas sabe-se que fatores genéticos, inmunologicos e não inmunologicos, contribuem para o aparecimento.

Pesquisando na internet vi que os principais desencadeantes podem ser:
* Fatores ambientais: animais, polens, acaros, fungos.
* Irritantes cutâneos: detergentes, sabão, lã, amaciantes...
* Alimentos: ovo, trigo, soja, leite, peixes...
* Fatores emocionais.

Os cuidados diarios recomendados pelo pediatra foram:
*  Manter a pele sempre bem hidratada.
*  Trocar o banho de banheira pelo de chuveiro.
*  Não utilizar sobonete. Eu estou usando um oléo especial para peles sensiveis.
*  A temperatura da agua não deve superar os 30-32°.
*  Depois do banho secar com a toalha limpa e seca (uma diferente cada dia) com muito cuidado as dobrinhas.
*  Utilizar sempre roupa larguinha de algodão. Evita lã.
*  Manter sempre as unhas bem curtas (pra ela não se coçar).
*  Evitar calor excessivo.
*  Tomar muito banho de mar no verão (Eeeeeee!!!).

Ja comecei a tomar todas as precauções e notei uma melhora bem sutil. Na parte posterior das pernas ela ainda tem lesões com crosta e secreção que resistem um pouco em melhorar. Para esse caso o pediatra recomendou pomada de corticosteroide, o que eu queria evitar ao maximo.
As vezes ela sente coçeira e começa puxar a roupa e ficar irritada. Tadinha!
Mas a boa noticia é que a tendencia é melhorar muito no verão.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Resumão da semana

Nada melhor do que estar em casa outra vez! Por mais que adore minha sogra, que adore Nice não via o momento de voltar pro nosso cantinho e estar so os três. Além do que  o outono chegou com força pela França e pegamos dias de frio, chuva e muito vento. Nada de sair pra passear.


A Luisa andava muito impaciente, irritada, comendo mal, chorona. Eu atribuia tudo isso as 4 dentes que estavam nascendo na arcada superior. Até que dois dias atras me dei conta que na verdade eram 6!!! Que peninha do meu bebê. Tudo ao mesmo tempo. Assim que em total a Lulu ja tem oito dentes. Todos ja rasgaram a gengiva e a paz voltou a reinar nesse lar.

Ha alguns dias ja que ela chora sofrido (com lagrimas e tudo) cada vez que é contrariada. No começo cheguei a pensar que estava sentindo dor. Mas me dei conta em seguida que quando a pegamos no colo ou damos o objeto proibido o choro para num segundo e ela abre um sorrisão. Coquine!!!

O que não conseguimos solucionar ainda foram as tais placas que ela tem por todo o corpo. Não conseguimos descobrir de onde vem essa alergia. Cada vez aparecem mais manchas e algumas chegaram a ficar em carne viva. Estou dando banho sem sabonete, so com um oléo especial para alergias e eczemas. Passando um creme hidratante especial também. Amanhã vamos ao pediatra para ver se descobrimos o que é.

La na casa da vo a Luisa inventou uma nova moda. A de acordar as 6h da manhã. Eu que estava acostumada a levantar as 8h achei péssimo. Mas o pior mesmo foi no sabado com o fim do horario de verão. Agora ela acorda as 5h! Socorro!


Ja tinha contado num post anterior como ela é carinhosa. Mas com o pai dela é uma coisa excepcional. Cada vez que ele a pega  no colo ela abraça, deita cabecinha no ombro, fica bem tranquila. Tudo que ele faz é engraçado, divertido, motivo de gargalhadas. Hump! Ainda tenho que aguentar ele dizendo "nos temos uma relação muito especial".


A boa noticia é que estamos de passagens compradas para o Brasil. Passaremos Natal e Ano Novo com a familia. Enquanto contamos os dias pra curtir um verãozinho na beira da praia em Floripa meus pais e meus irmãos contam os minutos para ver a Luisa. Ela é a sensação da familia. Primeira neta, sobrinha, unico bebê. Ja compraram piscina, baldinhos, decoração de Papai Noel, estão fazendo mil e uma reformas na casa. Vai ser muito gostoso.
Eu que ainda não perdi meus ultimos 5kg dos 500 que ganhei na gravidez estou aqui tentando fazer dieta, mas confesso que esta dificil, não é pra mim esse negocio de comer pouco. Ainda bem que esse ano vai estar de moda biquini grande retrô.